Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Como Hermione

Como Hermione

Do velho fazer novo

13.05.22 | A Miúda

     Aparentemente, a compra de artigos em segunda mão tem vindo a ganhar cada vez mais popularidade, com anúncios quase constantes nos meios de comunicação e a existência de cada vez mais plataformas de venda. Os livros não ficam de fora desta tendência.

 

     Falando num caso geral, a compra de artigos usados tem vantagens e desvantagens não só para quem compra como também para quem vende. Das vantagens mais óbvias, para além destes artigos serem mais baratos, são mais “amigos do ambiente”, uma vez que têm menos impactos negativos no meio natural, seja associados ao processo de fabrico (para produzir um produto novo) seja associados ao processo de descarte (recolha, decomposição, etc). No fundo, é trazer para a realidade o conceito de economia circular.

 

     Há uns tempos saiu uma notícia, partilhada em vários meios de comunicação, que falava de um estudo que avaliava os hábitos de leitura dos portugueses e que dava conta de que, em 2020, a maioria da população não leu 1 único livro. Existem várias razões para os números partilhados neste estudo, sendo as mais populares, talvez, a falta de tempo e o preço atual dos livros. 

 

     Para quem tem o preço dos livros como principal entrave à leitura, para quem quer aumentar a sua coleção literária de forma mais económica ou para quem quer alimentar este hábito mas com menos impactos no planeta, por exemplo, deixo hoje uma lista de lugares onde podem encontrar livros em segunda mão. Se conhecerem algum que não esteja na lista, partilhem-no nos comentários!

 

(COPY) Dimensões personalizadas 600x450 px.jpeg

 

   Alfarrabistas

     Neste site encontram uma lista de alguns dos alfarrabistas que existem em Portugal, separados por distrito. 

     Alfarrabistas são pessoas que compram e vendem livros antigos e/ou usados e visitar estes espaços pode-se tornar numa verdadeira caça ao tesouro, uma vez que, por vezes, conseguimos encontrar verdadeiras preciosidades (livros ou edições mais raros)! 

 

   Sites especializados

     Um site que visito sempre quando ando à procura de algum livro é o TradeStories. “Nasceu” em 2020, em plena pandemia de Covid-19, e permite a qualquer pessoa vender os livros que já não quer e comprar outros a preços bastante reduzidos. Os preços são estabelecidos pelos vendedores, daí que o mesmo livro possa ter preços diferentes.

 

     Também algumas livrarias online, como é o caso da Wook e da Fnac, por exemplo, têm a opção de comprar pelo marketplace. Isto é, permitem comprar a outros leitores, em segunda mão, um pouco à semelhança do que acontece no TradeStories. No entanto, nunca utilizei esta opção, por isso, não sei como funciona.

 

     Ainda como alternativa, existe também, por exemplo, a Livraria Solidária de Carnide. Esta livraria tem loja online com livros cujos preços variam entre 1 e 5 €. Os valores angariados revertem para o desenvolvimento de atividades culturais desenvolvidas pela Boutique da Cultura, uma associação cultural sem fins lucrativos situada em Lisboa.

 

   Sites generalistas

     Sites como o OLX, Custo Justo, Facebook Marketplace ou outros, também dispõem de uma “ala” dedicada à literatura. 

 

     Muitos destes sites permitem um contacto "ao vivo" entre vendedor e comprador, mas se preferirem fazer as compras exclusivamente online, deixo aqui algumas dicas:

               1.  Existem muitas páginas online de venda de artigos e muitos vendedores anónimos, mas tanto uns como outros nem sempre são confiáveis. Tentem fazer uma pesquisa prévia sobre determinada página antes de comprarem e leiam sempre os comentários sobre determinado vendedor;

               2. Muitas vezes, existem vendedores online que se disponibilizam para entregar os produtos em mãos, dentro de determinada zona geográfica, e que permitem pagar em dinheiro, em vez de transferência;

               3. Antes de uma compra, peçam imagens do produto. Por vezes, quando estou interessada num livro, por exemplo, e num site só está disponível 1 imagem dele, tento entrar em contacto com o vendedor para pedir mais imagens para perceber melhor o estado daquilo que vou comprar;

               4. Desconfiem sempre dos vendedores que fazem muita pressão em vender determinado produto.

 

Boas leituras 

 

5 comentários

Comentar post